"Uma jornada de autoconhecimento por meio da observação, relação e coletas nos diferentes ciclos da natureza."


NOZ - 2021
Autora: Rebeca Benchouchan
Edição: Sô Edições 
 Tiragem: 50 cópias. Disponível.

foto: LovelyHouse (2021)
- “pedra é espinho. trilha é caminho. pedra. prumo. pluma. espinho. caminho. palavras são possibilidades. imagens são poesia. pedras são plenitudes. tessituras. estribilhos. aquilo que o olhar de Rebeca Benchouchan contempla, desloca sentidos: para as frestas do íntimo; para o deslumbre comovido; para o ruído sustenido. é preciso ouvir o silêncio do prelúdio. é preciso sentir a brisa do precipício. é preciso ser a piscadela que retribui o que foi visto. é preciso saber ser a miração que chega como delírio. essa urgência é do tempo de antes, quando tudo era apenas motivo. depois, o tempo é apenas algoz, atroz, noz. invólucro do mundo. casca. couro. corpo. vento é saudação. natureza é comoção. folhas. galhos. benção. viver a comunhão. existir como contemplação. semente. ser a mente. ser a própria consciência que nada sabe além daquilo que conseguir. tentar apenas compartilhar, tudo aquilo que ainda está por vir. avante.”
Fotos: Lovelyhouse (2021)
Fotos: Lovelyhouse (2021)
- Com outro tipo de "raridade” e possuidor de valores que se distinguem e não se limitam à beleza de uma gema ou pedra preciosa, seu trabalho é composto por relações e construções pessoais que integram a força e valor de sua subjetividade transformada em imagem.
.
Os processos da Rebeca demonstram, por meio de suas coletas (fotográficas ou não), diferentes caminhos percorridos em busca do autoconhecimento. Uma busca que interage e se confunde com os ciclos naturais, encontrando em suas formas, cores, paisagens, texturas, ícones, detalhes e nos mais simples grãos, traços daquilo que realmente pode ser valorado como "precioso".
.
Lucas D'Ambrosio (2021)

Vídeo: Gabriel Cabral (2021)
Back to Top